Ainda não é bem claro como é que as alterações provocadas pelo iOS 14 da Apple vão impactar os negócios online e as suas campanhas de publicidade paga no Facebook e Instagram. Sabemos, no entanto, que deve fazer algumas configurações importantes no Business Manager da sua marca, para estar o mais preparado possível quando as alterações começarem de facto a ter efeito. E vão ter efeito, isto porque o Facebook construiu todo o seu modelo e algoritmo de anúncios com base na monitorização de pessoas, e não de cookies.

notificação utilizadores iOS 14

Antes de avançarmos, quero explicar brevemente que alterações são estas que o iOS 14 vai implementar. Todos os utilizadores deste sistema operativo irão receber uma notificação a perguntar se pretendem ser monitorizados quando visitam websites ou apps detidos por outras empresas. A notificação explica que o objetivo da monitorização é mostrar anúncios personalizados.

Ainda assim, é expectável que muitos utilizadores (para não dizer já a maioria), ao serem questionados se pretendem ser monitorizados, respondam que não. O facto de um número considerável de utilizadores não serem monitorizados terá alguns impactos nas campanhas pagas: algumas conversões não serão contabilizadas (ver ponto 3 para explicação); isso irá afetar a otimização para a entrega dos anúncios; e, finalmente, a segmentação, ou seja, algumas audiências personalizadas irão diminuir.

Usando a nossa marca como exemplo, os resultados provenientes de iOS representam 32% das conversões (desde visualizações de páginas de destino, a adições ao carrinho, até às compras). Portanto, é de facto importante prepararmos o nosso Business Manager para esta nova realidade. Verifique o impacto das conversões vindas de iOS nas suas campanhas, fazendo um breakdown dos resultados por dispositivo. Poderá ainda fazer esta análise no seu Google Analytics, filtrando os resultados por sistema operativo.

De seguida apresento-lhe algumas configurações que deverá realizar com a máxima brevidade, para que o seu negócio esteja preparado para lidar com as alterações provocadas pela falta de monitorização dos utilizadores de iOS 14.

1. Verificar o domínio da sua loja online

O primeiro passo a dar é verificar o domínio da sua loja online no Business Manager, isto é, garantir ao Facebook que é de facto o proprietário desse domínio. Para isso, nas definições vá a Segurança da marca > Domínios > Adicionar um Domínio.

verificar o domínio

Depois terá três métodos para proceder à verificação, verifique com o seu departamento informático qual é o método através do qual pode fazer esta configuração: verificação de DNS, upload de ficheiro HTML e verificação de meta-tag.

verificar o domínio

Aqui devo alertá-lo para uma questão importante. O Facebook anda a bloquear muitos Business Managers, e/ou os seus administradores, pedindo uma lista de documentos oficiais da empresa e dos respetivos administradores da plataforma para os desbloquear. Este desbloqueio, por vezes demora tempo, outras vezes nunca acontece.

Muitas empresas optam então por criar outro Business Manager e continuar o trabalho a partir do novo gestor de negócios. No entanto, a partir do momento em que verificar o domínio da sua loja online num Business Manager, o Facebook não lhe irá permitir verificar esse mesmo domínio num Business Manager novo.

Recomendo que estime bem o seu Business Manager, preenchendo todos os dados corretamente nas Informações do Negócio, e acedendo à plataforma com o seu perfil real de Facebook, idealmente com a autenticação de dois fatores ativada.

Se ainda não ativou a autenticação de dois fatores, faça-o também agora, seguindo estes passos:

  1. No seu perfil pessoal, aceda às configurações de segurança e login.
  2. Faça scroll até Usar autenticação de dois fatores e clique em Editar.
  3. Escolha o método de segurança que deseja adicionar e siga as instruções no ecrã.

2. Criar uma lista de permissões de tráfego

Se trabalha com o pixel do Facebook nas suas campanhas, já deve ter recebido algumas notificações sobre o mesmo estar a receber tráfego de domínios novos. No nosso caso, recebemos várias notificações com o assunto “Your pixel is being used on new domains“. E estes domínios são “estranhos”, coisas como “attachment.fbsbx.com” ou “fb.com”, e não nos pertencem, ou seja, não os pretendemos monitorizar.

Por isso, deve ir às Definições > Fontes de Dados > Pixels > Gestor de Eventos > selecionar o pixel > Definições > Permissões de Tráfego.

permissões de tráfego business manager

Ao criar uma lista de permissões, que inclua apenas o domínio da sua loja online (e os respetivos subdomínios), todas as outras fontes de tráfego ficam bloqueadas, que é o que se pretende.

allow list business manager

3. Prioritizar os 8 eventos disponíveis

Esta é a “novidade” que mais polémica está a causar. Para dar resposta ao facto de o iOS 14 perguntar aos utilizadores se pretendem ser monitorizados (e assumindo que muitos irão recusar), o Facebook lançou o limite de 8 eventos.

Assim, cada negócio será obrigado a selecionar e classificar oito eventos, do mais importante para o menos importante, e apenas estes oito eventos serão usados ​​para otimização das campanhas de anúncios, por domínio.

Mesmo que um utilizador de iOS 14 desative a monitorização, o evento de maior importância (definido por si) de uma visita será reportado. Vejamos um exemplo, imagine que um visitante da sua loja online visualizou produtos, adicionou produtos à wishlist e também adicionou produtos ao carrinho, sendo que depois saiu do website. Se, destes três eventos, indicou que o mais importante para o seu negócio é a adição ao carrinho, apenas esse evento será reportado (e esse report poderá demorar até 72 horas).

Os restantes eventos, ou seja, para além destes oito, poderão continuar a ser utilizados para a criação de audiências personalizadas. Mas, com esta medição agregada de eventos, conte que as suas audiências personalizadas irão diminuir.

Para prioritizar os seus oito eventos deverá ir às Definições > Fontes de Dados > Pixels > Gestor de Eventos > selecionar o pixel > Vista Geral > Medição Agregada de Eventos > Configurar Eventos Web.

prioritizar 8 eventos web

O seu pixel deverá estar a monitorizar vários eventos, como visualização de página, visualização de conteúdo, adição ao carrinho, início do checkout, compra, adição da informação de pagamento, adição à wishlist, etc. Não só terá de selecionar apenas oito desses eventos, como também terá de os ordenar do mais importante para o menos importante. Coloco abaixo a prioritização que fizemos para a nossa loja online.

prioritizar 8 eventos web

Fique já com a nota de que este limite não se aplica apenas à segmentação para iOS 14. No futuro, os negócios só poderão otimizar oito eventos por domínio. Qualquer evento além desses oito não estará disponível para otimização, portanto faça-o o quanto antes.

4. Ativar a correspondência avançada

Esta configuração é muito simples, basta que também nas Definições > Fontes de Dados > Pixels > Gestor de Eventos > selecionar o pixel > Definições > Correspondência Avançada, ligue todas as opções disponíveis, conforme a imagem abaixo.

ativar correspondência avançada

5. Colocar os parâmetros UTM em todos os links

Os relatórios do gestor de anúncios do Facebook nunca foram muito fiáveis e sempre recomendamos que utilizem o Google Analytics para analisar o desempenho das campanhas. Essa situação só vai piorar com todas estas alterações à monitorização dos utilizadores. Assim, mais do que nunca, deve colocar os parâmetros UTM em todos os links que partilhar nas redes sociais, mas sobretudo nas suas campanhas pagas.

tracking parametros utm anuncios facebookLeia atentamente o nosso artigo dedicado a explicar como usar parâmetros UTM do Google Analytics corretamente.

Para além de colocar os parâmetros UTM no links, deverá ainda colocá-los em cada um dos seus anúncios de Facebook e Instagram, preenchendo esta caixa, conforme a imagem ao lado.

 

6. Criar uma base de dados de email

A base de dados de email é um dos ativos mais importantes do seu negócio e, quando estas alterações começarem a ter impacto, será ainda mais. Esta base de dados deve ser criada mesmo antes do projeto ficar online e deve ser alimentada ao longo do tempo.

Uma característica do email marketing que continua a fazer crescer a sua importância é que o email não está sujeito aos caprichos de plataformas de terceiros, em que alterações constantes e não planeadas nos seus algoritmos e sobre as quais não temos qualquer controlo, podem inviabilizar completamente uma estratégia de distribuição, como estas alterações do iOS 14 vieram mais uma vez comprovar.

Leia mais sobre como tirar partido do Email Marketing neste artigo.


Sónia Costa
Sónia Costa

Social Media & Digital Marketing Consultant