O checkout é das partes mais importantes do seu website, senão a mais importante. É o local onde potenciais clientes se vão tornar clientes, sejam estes novos ou de retorno. Neste artigo, vamos deixar-lhe 7 dicas (ou otimizações) que deverá tentar implementar no seu processo de checkout. Estas dicas têm como base a nossa experiência em diversos negócios de ecommerce e vários testes (nossos e de clientes) em termos de user experience.

Não se preocupe em implementar todas estas otimizações de uma vez só. Comece com aquilo que pode alterar hoje (nem que apenas 1 ou 2) e depois priorize o que poderá alterar mais à frente e quais as necessidades respetivas.

 

Propostas de valor

Comecemos pelo mais óbvio, contudo, mais importante. Qual o motivo pelo qual este potencial cliente deverá concluir a compra na sua loja online? O que lhe tem a oferecer que as outras lojas online não têm? Estas razões, comummente designadas como propostas de valor, devem estar presentes e bem visíveis, não só no processo de checkout, mas ao longo de todo o website também. Eis alguns exemplos de propostas de valor que poderá oferecer ao seu cliente:

 

  • Portes gratuitos;
  • Entregas rápidas ou next day delivery;
  • Produtos exclusivos na sua loja online;
  • Apoio ao cliente personalizado ou 24h;
  • Tracking da encomenda;
  • Embrulho da encomenda para presente;
  • Vários métodos de pagamento ao seu dispor;
  • Oferta de brindes/amostras;
  • Devoluções gratuitas;
  • Devoluções até 14 ou 30 dias;
  • Pick-up das devoluções em casa;
  • Entrega em loja ou em ponto pick-up;
  • Acumulação de pontos no programa de fidelização;

Métodos de pagamento

Já mencionamos os métodos de pagamento como parte das propostas de valor no ponto anterior. Aqui é importante, antes de mais, oferecer ao seu cliente o máximo de métodos de pagamento diferentes aplicáveis ao mercado em que está a atuar e ao seu negócio:

 

  • Multibanco
  • Cartão crédito/débito
  • Paypal
  • MBWay
  • Amazon Pay / Google Pay /Apple Pay;

 

Além disso, é importante que exponha ao cliente os métodos de pagamento que tem disponíveis logo à partida, através de ícones, no carrinho ou 1º passo do checkout, para que este se sinta confiante em avançar.

Saiba mais sobre métodos de pagamento para ecommerce no nosso artigo.

Opções de entrega

Este é outro ponto que deriva do 1º, das propostas de valor. Isto porque, tal como os métodos de pagamento, as opções de entrega que tem disponíveis devem também estar visíveis logo no carrinho ou 1º passo de checkout, para que o cliente perceba desde logo as suas opções e, mais uma vez, sinta mais confiança em avançar.

Também em semelhança aos métodos de pagamento, deverá ter o máximo de opções de entrega possíveis, pois todos os clientes são diferentes, e vai querer agradar a todos: há clientes que preferem esperar mais e não pagar portes, há clientes que preferem pagar mais mas receber no dia seguinte, há outros que preferem levantar em loja ou num ponto pick-up pois sentem mais confiança assim. Disponha do máximo de opções que lhe sejam possíveis e pelo menos 1 método de entrega normal e um premium/express que o cliente possa pagar mais para receber mais rápido se quiser.

One page checkout

Falamos constantemente em “o cliente avançar no checkout” ou ao longo do funil do mesmo. Temos sempre desistências ao longo deste processo e estamos constantemente a medi-las para saber como o podemos otimizar. A verdade é que, quanto menos passos, menos oportunidades de desistência ou menos pontos de fuga tem o cliente. É por esse motivo que somos a favor de um one page checkout. Trata-se de uma página única de checkout onde o cliente tem uma visibilidade macro de toda a informação necessária para concluir a usa compra e um único botão CTA de finalização de encomenda, ao invés de vários CTA de avanço para os passos seguintes. É um processo mais simples e clean para o cliente que lhe proporciona melhor UX e menos oportunidades de desistência.

 

Call to action 

O design e localização dos botões CTA presentes no carrinho, no checkout (e mesmo na página de produto) têm algum impacto do avanço do cliente no funil do checkout. Estes devem estar bem visíveis e repetidos ao longo da página (se esta for longa suficiente para que seja necessário repetir). Evite usar novas localizações para este botão e mantenha-se pelo aquilo que o cliente está habituado a ver nos outros websites. Também, evite usar cores fortes e quentes como vermelho ou laranja para estes botões de avanço, já que estas cores estão associadas com recuo/exit. É preferível cores como verde, azul, amarelo ou mesmo preto mais associadas ao avanço.

Guest checkout

Guest checkout é a possibilidade que damos ao cliente de finalizar uma encomenda sem criar nenhum tipo de registo connosco nem gravar os seus dados (pelo menos, não para além dessa mesma encomenda). Além de ser mais uma opção que estamos a dar aos nossos clientes, é algo que agora a lei nos exige, isto é, o Regulamento Geral da Proteção de Dados. Isto porque o RGPD diz-nos que não devemos obrigar o cliente a fornecer-nos mais dados ou completar ações, mais do que as que são necessárias para cumprir com a ação em concreto, neste caso, a compra online. Ora, na verdade não precisamos que um cliente crie uma conta connosco para lhe enviar uma encomenda, apenas dos seus dados para envio. Assim, além de esta ser uma ótima opção para os nossos clientes, é algo que também já se tornou obrigatório desde maio do ano passado.

Segurança

Por fim, mas não menos importante, falamos de ícones de segurança. Se refletirmos, a maioria dos pontos que referimos até agora servem como um aumento da confiança (e por conseguinte, segurança) que os clientes sentem em avançar com a sua compra no nosso site. Tal como os métodos de pagamento e opções de entrega, também os ícones de segurança devem estar visíveis no carrinho e processo de checkout. Estes ícones são selos de segurança de entidades terceiras que vão dar a confiança extra ao cliente que está num website seguro.

Quer fazer crescer as suas vendas online, utilizando metodologias comprovadas em projetos de comércio eletrónico de marcas de referência em Portugal e na Europa?

Inscreva-se no Curso Intensivo de Ecommerce com Vera Maia, dias 15 & 16 de novembro, no Porto.

curso-intensivo-de-ecommerce-novembro