O marketing de conteúdos para ecommerce baseia-se na produção e na partilha de informação relevante, em diferentes formatos, para atrair e fidelizar clientes. No artigo de hoje vamos dar-lhe 5 dicas para o ajudar a produzir melhor conteúdo, ou até mesmo a repensar a sua estratégia de conteúdos para ecommerce.

Dica: Saiba o que é marketing de conteúdos para ecommerce

Os benefícios da utilização das estratégias de marketing de conteúdos para ecommerce são indiscutíveis. Por isso, podemos afirmar que o marketing digital sem conteúdo não existe!

O conteúdo é aquilo que cria o vínculo entre os consumidores e as marcas. É a única forma de comunicar online e a mais eficaz a convencer as pessoas a envolverem-se com a sua marca e a comprarem os seus produtos online.

Posto isto, podemos assumir que o marketing de conteúdos para ecommerce é a solução mais eficiente para chamar atenção dos seus atuais e potenciais clientes. Já alguma vez parou para pensar no impacto que esta estratégia pode trazer para o seu negócio se a souber usar corretamente?

Conheça algumas das dicas que frequentemente implementamos nos nossos clientes e melhore a sua estratégia de conteúdos.

1 –  Realize parcerias com influenciadores para criar conteúdos e use-os!

Esta é uma estratégia muito utilizada em ecommerce, principalmente em setores de atividade de retalho, como o têxtil e o calçado. Aquilo que os influenciadores fazem é produzir conteúdos com frequência para as suas comunidades e para as marcas, em diferentes formatos como, por exemplo, o vídeo, imagem e alguns tutoriais, que explicam as vantagens de comprar um determinado produto.

 

Os influenciadores são pessoas que têm comunidades online de diferentes dimensões (nas redes sociais, blogues, etc), geralmente bem segmentadas para um determinado assunto e realizam parcerias com marcas para comunicar produtos de uma forma mais subtil. É importante ter em consideração que os influenciadores utilizam sempre uma linguagem mais próxima ao público deles do que a comunicação das marcas.

É muito fácil encontrar exemplos de influenciadores em redes sociais, como por exemplo, no Facebook ou no Instagram.

Além disso, eles ajudam-no a:

  • Aumentar a notoriedade da sua marca
  • Aumentar as visitas à sua loja online
  • Aumentar as suas vendas online

 

Porque não utilizá-los para a produção do próprio conteúdo?  A produção de conteúdos próprios para ecommerce pode “roubar” grande parte do budget do marketing e muitas das vezes acabamos por não ter o conteúdo certo para comunicar os nossos produtos. Logo, acabamos por colocar em causa os objetivos da nossa estratégia e, consequentemente, os objetivos de vendas.

De forma a evitar esse erro é importante que selecione os influenciadores certos, crie parcerias e defina os padrões de qualidade para a produção de conteúdos. Não perca a oportunidade de ter conteúdos de qualidade para utilizar na sua estratégias de marketing digital e de aumentar a notoriedade da sua marca.

2 – Calendário editorial

É impossível falar de marketing de conteúdos para e commerce sem falar no calendário editorial.

O planeamento das publicações faz parte da rotina das empresas. O calendário editorial é a ferramenta que garante a consistência e a coerência da sua estratégia a longo prazo. Além disso, evita que a sua equipa de marketing produza conteúdos duplicados e pouco relevantes para a sua audiência.

Dica:Descarregue o nosso template anual de conteúdos para a sua marca

Em ecommerce, o calendário editorial é um pouco mais complexo e deve ser ajustado, sempre que for necessário, às tendências de consumo e às respetivas estratégias comerciais. É natural que os produtos mais vendidos, ou até mesmo os produtos específicos de determinados nichos de mercado, façam parte do calendário editorial mensal.

Mas também sabemos que muitas vezes pode ser complicado realizar esse planeamento, principalmente em lojas online que vendem centenas de referências de produtos diferentes. Acaba por ser inevitável a necessidade de produzir conteúdos sobre todos os produtos.

Dica: Selecione os produtos com mais potencial de vendas e defina, todos os meses, outros produtos relacionados com as suas vendas online para ajustar o calendário editorial, sempre que for necessário.

3 – Produza conteúdos em diferentes idiomas

O ecommerce possibilita às empresas a oportunidade de internacionalizar os seus produtos e construir novas relações com potenciais clientes, independentemente da distância geográfica a que estes se encontrem.

As empresas que vendem online os seus produtos para outros mercados têm de considerar a produção de conteúdos em diferentes idiomas. Tal como acontece na loja online, a definição de idiomas é muito importante na experiência de compra e nos pontos de contacto que existem entre a sua marca e o seu cliente.

Crie conteúdos de acordo com os mercados internacionais que pretendem atingir ou utilize o idioma universal (inglês) para tornar a sua loja online global.

4 –  Use Call-to-action para apelar à ação

Se quer que o seu conteúdo seja ainda mais interessante, tem de incentivar as pessoas a agir. Nada melhor do que selecionar os call-to action (apelo à ação) que apelem à ação que a sua marca pretende que as pessoas realizem.

Um call-to-action é aquilo que indica às pessoas o que devem fazer assim que visualizam o seu conteúdo. Um exemplo de um call-to-action é um botão que diz “subscreva a nossa newsletter” ou “descarregue o nosso ebook”.

Quando criamos e distribuímos conteúdos online, estamos sempre a pensar na ação que queremos que o consumidor realize, assim que visualizar os mesmos. Os call-to-action são ótimos para orientar ainda mais essa ação. Não perca esta oportunidade e defina os que fazem mais sentido para a sua estratégia de marketing digital.

5 – Promova os seus conteúdos online

A qualidade do conteúdo e a sua relevância fazem parte da experiência da sua estratégia de marketing digital. Mas, na verdade, isso de nada lhe servirá se os seus clientes não tiverem acesso a eles. Para impedir que isso aconteça, a sua empresa precisa de alinhar as suas estratégias de SEO e investir em publicidade online, nas diferentes ferramentas digitais.

De forma a aumentar a divulgação dos seus conteúdos dentro da web/internet e alcançar um maior número de potenciais clientes, as estratégias de SEO  e as de publicidade online devem estar alinhadas – a mensagem deve ainda ser coerente em todos os pontos de contacto.

Defina um orçamento e invista em Facebook Ads, Instagram Ads, Google Adwords ou outras estratégias de promoção digital que vão garantir que o seu conteúdo chega ao seu público alvo, no momento certo.

Conclusão

No ecommerce o conteúdo está presente em todos os pontos de contacto: se um potencial cliente tiver uma péssima experiência com os seus conteúdos, o mais provável é que ele deixe de interagir com a sua marca.

É importante que a sua empresa garanta que a estratégia de conteúdos ajuda o consumidor a percorrer uma jornada de compra online. Lembre-se: o conteúdo deve ser um facilitador do processo de compra online.

Se a sua empresa tem o cuidado de ter um ecommerce funcional nas opções de pagamentos, nas facilidades de entregas ou até mesmo no checkout, garanta que o mesmo acontece com a sua estratégia de conteúdos.

 

Quer aprender mais sobre ecommerce? Conheça o nosso curso de lançamento de projetos de ecommerce:

Não perca nenhum conteúdo sobre como criar ou otimizar a sua loja online.

Subscreva a nossa newsletter:
http://eepurl.com/c0z2xb

Siga-nos nas redes sociais:
https://www.facebook.com/tudosecommerce
https://www.instagram.com/tudosobreecommerce
https://www.linkedin.com/company/tudo-sobre-ecommerce