3 automatismos que pode implementar nas suas campanhas de Facebook Ads!

Planear, implementar, analisar e otimizar campanhas de Facebook Ads torna-se praticamente num trabalho a tempo inteiro, sobretudo se a sua marca tem várias campanhas a decorrer, com vários grupos de anúncios dentro de cada uma.

Criar campanhas de Facebook que atinjam os objetivos não consiste apenas em colocar os anúncios na plataforma e deixar as campanhas rolar.

A quantidade de métricas disponíveis para analisar e que deve ter em conta para maximizar as suas conversões, bem como todas as variáveis que pode (e deve testar) para melhorar a performance dos seus anúncios, tornam-se numa dor de cabeça quando, muitas das vezes, a pessoa da equipa responsável por realizar esta função tem muitas outras tarefas para desempenhar (sabemos que é esta a realidade de muitas empresas).

O Facebook disponibiliza alguns automatismos que lhe permitirão poupar algum tempo no set up e na análise das suas campanhas de Facebook Ads e dos quais pode ainda não estar a tirar partido!

Antes de avançar, não é demais relembrar que o sucesso das suas campanhas de Facebook Ads começa na definição do objetivo, porque o objetivo selecionado vai determinar à partida quais serão as pessoas às quais o Facebook vai mostrar os seus anúncios. Lembre-se que o Facebook garante que mostra os seus anúncios às pessoas com maior propensão para realizar a ação desejada, ou seja, aquela que definiu como objetivo da sua campanha.

1. Dynamic creative

Uma das principais preocupações na criação de campanhas de Facebook Ads é o anúncio propriamente dito. Qual será a melhor combinação de imagem, título, texto e botão call to action para conseguir atingir os melhores resultados com cada anúncio?

Umas das boas práticas em campanhas de Facebook Ads diz que devemos ir testando cada um destes elementos isoladamente, para tentarmos descobrir essa tal combinação vencedora.

No entanto, um orçamento reduzido para as campanhas, ou (novamente) a falta de tempo da equipa que gere as campanhas para fazer cada um desses testes manualmente, podem impedir a realização destes testes tão importantes.

Um automatismo que o Facebook lançou no final do ano passado permite fazer o upload de vários títulos, textos, imagens e botões call to action e depois a combinação de todos esses elementos para encontrar qual funciona melhor ficará ao cargo da plataforma. Com este automatismo irá mostrar à sua audiência anúncios variados, sem ter de os criar manualmente.

Para um único anúncio poderá submeter:
– 10 imagens (ou vídeos);
– 5 títulos;
– 5 textos;
– 5 descrições de link (só visíveis no news feed);
– 5 botões call to action.

Depois de criar uma campanha na versão “quick creation” (ao clicar no botão verde por cima da lista de todas as suas campanhas) deverá entrar no grupo de anúncios e clicar “editar”.

dynamic-creative-fb-ads

No painel de edição irá ver a opção de ativar o dynamic creative. Deve ativar esta opção para que lhe apareçam mais opções de upload quando estiver a criar o anúncio.

dynamic-creatives-fb-ads

De seguida, quando estiver no painel de edição do anúncio, irá ver que tem por baixo de cada uma das opções – título, texto, descrição de link e botão call to action – a possibilidade de adicionar mais, num limite de cinco.

As combinações que o Facebook irá fazer com estes elementos são à partida aleatórias, para tentar descobrir qual a combinação que gera mais resultados.

Ao visitar a sua tab de anúncios, não fique surpreendido ao ver apenas um anúncio. Na verdade, apenas um anúncio foi criado e nós não podemos decidir as combinações de elementos que são mostradas, nem o Facebook lista essas combinações na tab anúncios.

É importante que tenha a certeza que todos os títulos, textos, imagens e botões call to action que coloca neste “mix” encaixam bem uns com os outros e transmitem a mensagem que deseja passar com os seus anúncios, pois a forma como o Facebook os irá combinar e mostrar à sua audiência está fora do seu controlo.

Apenas nos relatórios dos anúncios terá acesso a descobrir qual foi o título, imagem ou botão call to action que gerou melhores resultados e teve uma melhor performance. Para isso, terá de fazer o breakdown dos resultados por “dynamic creative asset”.

Lembre-se que este automatismo não é um teste A/B. O Facebook está a combinar 30 elementos diferentes e de forma aleatória dentro de um único anúncio.

Utilize esta funcionalidade para criar várias combinações de anúncios sem ter de o fazer manualmente e também para permitir ao Facebook encontrar a melhor combinação entre todos os elementos criativos que lhe forneceu.

Recordo que as imagens que escolher para os seus anúncios devem ter pouco ou nenhum texto, pois o Facebook considera (e bem) que muito texto sobreposto nas imagens diminui a qualidade da experiência que as pessoas têm ao usar a plataforma. Utilize esta ferramenta para verificar se a sua imagem tem a quantidade de texto ideal para que as suas campanhas corram sem problemas.

2. Automated Rules

Estas regras automáticas (automated rules, se utilizar a plataforma em inglês) permitem-lhe definir um conjunto de situações que, caso se verifiquem na sua campanha/grupo de anúncios/anúncio, e sem que tenha de estar a analisar a campanha manualmente, desencadeiam automaticamente uma ação.

Pode encontrar as automated rules no seu Business Manager, no final da secção “Create & Manage”.

automated-rules-fb-ads

Clicando nesse link poderá criar regras que se apliquem a todas as campanhas, todos os grupos de anúncios ou a todos os anúncios que estiverem ativos.

Em alternativa, dentro de cada uma das suas campanhas, grupo de anúncios ou anúncios, pode criar uma regra automática que se aplica exclusivamente a esse elemento.

automated-rules-fb-ads

Assim, esta é a primeira definição que terá de fazer, a qual elemento se aplica a regra: à campanha, ao grupo de anúncios ou ao anúncio.

De seguida, pode definir qual é a ação que deseja desencadear automaticamente:
– parar a campanha, grupo de anúncio ou anúncio;
– enviar uma notificação;
– ajustar o orçamento;
– ajustar a licitação manual.

Tem depois de indicar ao Facebook qual é a condição que tem de avaliar para determinar se desencadeia a ação escolhida no passo anterior. O Facebook permite-lhe escolher mais de 80 condições possíveis, sendo as mais comuns o custo por resultado, a frequência e os resultados alcançados.

Por exemplo, pode definir a seguinte regra automática: “parar o grupo de anúncios se o custo por resultado for superior a 0,45€”. Ou também, “enviar-me uma notificação se a frequência do anúncio for superior a 5”.

Para finalizar a sua regra automática, poderá definir a frequência com a qual a regra será verificada pelo Facebook (está pré-definida para “continuamente”); qual a notificação que deseja receber, se apenas no Facebook, ou também por email; e quem serão as pessoas que irão receber estas notificações.

Se abrir esta funcionalidade vai ficar “esmagado” com a quantidade de condições e ajustes que poderá fazer às regras automáticas. No entanto, lembre-se que as automated rules existem para lhe simplificar a monitorização de campanhas de Facebook Ads, não para se tornarem numa dor de cabeça adicional.

Assim, decida quais são as condições mais importantes para as suas campanhas (por exemplo, não ultrapassar um certo custo por resultado, ou por clique) e coloque as automated rules a “policiar” as suas campanhas por si.

3. Budget optimization

Este automatismo ainda está em fase de roll out, pelo que nem todos o terão ainda disponível na sua conta de anúncios.

O que quer então dizer budget optimization? Que passa a ser possível definir o orçamento, não dentro de cada grupo de anúncios, mas ao nível da campanha. Neste momento, pode definir dentro da campanha o seu objetivo e ainda se pretende criar um teste A/B.

Apenas dentro de cada grupo de anúncios pode definir, entre outros, a audiência, a localização dos anúncios, o orçamento e o horário. Por exemplo, para uma campanha, pode criar 3 grupos de anúncios e definir um orçamento de 25€ para cada grupo.

Quer isto dizer que já definiu à partida que cada grupo de anúncios terá 25€ para gastar, independentemente da performance de cada um.

budget-optimization-fb-ads

Imagem de Facebook Business

O que o budget optimization irá permitir é que defina 75€ como valor total para gastar na sua campanha e que dê ao Facebook a permissão de distribuir esse valor pelos 3 grupos de anúncios, conforme a performance.

O Facebook sublinha que este automatismo permite-lhe conseguir melhores resultados, pois a plataforma irá aumentar o budget do grupo de anúncios que estiver a ter melhor performance, em tempo real, permitindo-lhe diminuir o custo por resultado.

À semelhança dos outros automatismos, o budget optimization também permite poupar tempo, pois não terá de estar manualmente a ajustar os orçamentos dos seus grupos de anúncios. Por outro lado, terá também apenas de gerir orçamentos por campanha, em vez de por cada grupo de anúncios.

 

Lembre-se da diferença entre “lifetime budget” e”daily budget”. Com o primeiro, o Facebook nunca vai gastar mais do que a quantia estipulada até ao final da campanha. Com o segundo, em alguns dias o Facebook pode gastar mais e noutros dias menos, comprometendo-se, no entanto, a gastar em média a quantia que definir como “daily budget”.

Já implementou algum destes automatismos nas suas campanhas de Facebook Ads? Partilhe connosco a sua experiência!

Nota: eu utilizo desde o início dos tempos o Facebook em inglês, pelo que não sei mesmo o nome destas funcionalidades em português. Sendo possível, recomendo que também utilize o seu Facebook em inglês.

Aprenda com a nossa formação online tudo o que precisa de saber para lançar e gerir o seu projeto de ecommerce!

Primeira parte gratuita! Comece já em academia.tsecommerce.com